terça-feira, 25 de junho de 2013

Fim do Mundo Bar & Lanches

Os dois amigos, estavam do outro lado da cidade e procuravam um bar que tivesse cerveja em garrafa, quando deram de cara com uma verdadeira e curiosa taverna com o inacreditável e hilário nome de "Fim do Mundo". O lugar estava quase que repleto de mulheres, daquelas que saem aos bandos pra beber, caçar e falar mal das outras concorrentes do sexo feminino.

Após várias garrafas e uma série de canecas de vinho, estavam os dois acompanhados de duas eufóricas guerreiras noturnas que assistiam e ouviam às gargalhadas o sério embate etílico motivado pelo estranho nome da casa:
- Em primeiro lugar, eu não acredito que o homem é o causador do aquecimento global e o desequilíbrio da natureza, é tudo mentira pra acobertar algo muito pior do que qualquer um possa imaginar.
- Mas como assim? O que pode ser pior?-É o seguinte...o planeta tá esquentando mesmo, mas não pela emissão de gases nem o desmatamento...é claro que isso tudo influencia no processo, mas essa não é a questão principal, não é a realidade.-Bom, desde que eu te conheço que você sempre viveu a sua própria realidade, mas qual é a real então?-Cara, a Terra tá esquentando, as estações estão confusas, mas os invernos também estão mais rigorosos, assim como os verões e tanto a primavera quanto o outono já não apresentam mais o clima ameno, neutro de antes, temos praticamente as quatro estações acontecendo nessas duas últimas.
Tudo isso porque a Terra está mudando, passando de um ciclo natural para outro, isso explica esses terremotos cada vez mais fortes, vulcões explodindo, tsunamis e até ciclones no Brasil...
-Sei, sei, mas o que está provocando isso, essa mudança? Não somos nós a humanidade, os causadores do desequilíbrio pelo desmatamento sistemático? O excesso de pessoas, a explosão demográfica, as necessidades decorrentes da falta de espaço? Porra nenhuma! O que não falta é espaço nessa merda, o lance é que todos nós...a maioria que habita as metrópoles, não quer viver no campo, todos os centros urbanos estão inchados...você moraria na Mongólia? Na Terra do Fogo? Na Islândia? Em algum país da África? Na fronteira do Amazonas com o Acre?
Eu não viveria no interior da Austrália! Mas vivemos nossas excentricidades na aldeia global, caminhando por esquinas e ruas, por auto-estradas, tv a cabo...consumo. As cidades inchadas concentram e oferecem todas as possibilidades.
É só nisso que acreditamos, estamos habituados, viciados mesmo e nada mais interessa.- Entendi. É verdade, mas desviamos do assunto, afinal, o que está acontecendo com a porra do planeta?-O problema é que a Terra está passando por um processo de transformação, é tudo simples, natural como nascer, crescer, envelhecer e morrer. As alterações estão na porta e não podemos fazer nada e a forma de amenizar isso é responsabilizar a nossa civilização, pois se todo mundo souber que o habitat está mudando à nossa revelia será o pânico geral, a desgraça, ninguém mais vai trabalhar, as pessoas largariam tudo e perderiam o rumo, seria como saber a data e as condições da própria morte, culpar a própria ciência é uma maneira digamos, sábia, de prosseguir com a nossa marcha rumo ao desconhecido, ao que dizem ser a evolução. - Tá, é uma estória bem interessante, tipo ficção científica, filme catástrofe, mas com que base você afirma isso? É coisa da ciência ou do ocultismo? Aonde você leu isso? É mais uma teoria conspiratória?- Cara, essas teorias da conspiração não são nada mais do que verdades distorcidas pela nossa ótica insana, é tudo simples assim, o que é verdade pode ser mentira e o que é mentira pode ser verdade, na maioria das vezes a verdade é a versão que prevaleceu sobre as outras, mas a versão sobrevivente germinou da realidade, nisso eu acredito.-Então essa estória, esse papo aí, também não passa de uma versão da sua cabeça, sua contribuição para o panteão das lendas urbanas e teorias da conspiração.- Não, nada disso, lendas urbanas são fatos menores de caráter individual e as conspiratórias abrangem a realidade como um todo, mas o que caracteriza os dois aspectos é a origem sempre real...- A origem é real? Pára com isso! Larga as drogas! Essas estórias fantásticas compõem o nosso imaginário desde que o mundo é mundo, pelo boca a boca das gerações, através da literatura barata, a bíblia mesmo não passa de um livro de mitos e lendas, papo de filme b, é sempre aquela estorinha que a vovó ou a babá contava, mas depois da internet a coisa explodiu, circula mais rápido e atinge muito mais gente, uns continuam a ignorar e outros a acreditar com fervor e você sem dúvida é um desses fervorosos. Você não tem base nenhuma e mesmo assim acredita.- Cara, eu não preciso de base nenhuma, eu apenas sinto que essa é a verdade, não preciso provar nada, até porque eu não saio espalhando por ai pra não pegar fama de maluco, você é meu amigo, sabe como eu sou, é aquela coisa, acredita quem quiser. Elas aqui não acreditam. Mas pensa agora comigo, se a Terra está aquecendo, as calotas polares vindo abaixo e a situação é grave de extrema urgência, qual é a razão de alertarem tanto na tv sobre a importância de tomarmos medidas preventivas para o futuro, anunciarem sobre os riscos da emissão de gases poluentes para em seguida passar um anúncio de automóvel? São milhares de propagandas de carros e motos, o trânsito tá um inferno e vai aumentar ainda mais, o ar vai continuar poluído, mas a razão é simples, não somos nós que estamos interferindo na atmosfera e no clima mundial, querem que acreditem que somos nós os culpados de tudo, é apelativo e fácil, o homem já acreditou que a Terra além de achatada era o centro do universo e agora acredita que essa mísera e viscosa colônia de fungos e parasitas egocêntricos e megalomaníacos chamada civilização pode afetar toda a natureza. Isso é balela! mentira! Já viu as imagens dos continentes captadas na órbita da Terra? A gente não interfere nesse espaço todo, não somos nada. Temos tanta importância quanto as baleias, as aves ou os cupins. Fazemos parte de uma cadeia alimentar e fugimos desesperadamente dessa condição, mas inevitavelmente seremos carne aos vermes, aos microorganismos. É tudo tudo ilusão, a natureza é maior e mais forte do que nós e querem que acreditemos o contrário. Mas na real eu não estou nem aí para o que pode acontecer! Por mim o mundo pode acabar agora, que eu não dou a mínima!-Ok, Ok, imagina se você se importasse então...Você me convenceu. O bar tá fechando.Vamos logo pedir a conta, olha elas aqui, já desabaram, esse papo de fim do mundo, cerveja e vinho acaba com qualquer um. Vamos levar elas pra tomar um ar poluído lá fora.- E fazer um boca-a-boca nelas.-É isso aí, monóxido de carbono e vapores alcoólicos...he,he,he...-Essa taverna é demais, vou virar sócio, não saio mais daqui, é o lugar perfeito para se acabar antes do mundo acabar.- É, vou virar freqüentador também. Mesmo que o bar fique aqui, tão longe nesse fim de mundo.

Nenhum comentário: